CONTROLE DE FORMIGAS CORTADEIRAS

3 minutos para ler

As formigas desempenham importantes papéis no ambiente agrícola. Elas participam da estruturação do solo pela construção de galerias que melhoram a aeração desse ambiente, e também pela incorporação de matéria orgânica e nutrientesAtuam como  polinizadoras de algumas espécies e ajudam na germinação de outras e também são tidas como predadoras de aranhas, centopeias, gafanhotos e outros artrópodes.  

Porém elas podem ser bastante prejudiciais ao campo, um exemplo são as formigas cortadeiras (Quenquém, saúva-de-vidro, saúva limão e saúva-mata-pasto), consideradas como algumas das piores pragas da silvicultura e da produção orgânica.  Sem práticas de controle, a formiga cortadeira pode prejudicar plantações inteiras logo no início, ainda na fase de mudas, impedindo o crescimento das plantas, pode também acabar com folhas de toda a planta, impactando no diâmetro e na altura de troncos, diminuindo a produtividade e qualidade da produção. Além disso, a infestação também pode acarretar em uma diminuição da resistência das árvores e plantas em relação a outros insetos e doenças. 

 
                         Espécie Saúva 

Na produção orgânica não podemos utilizar substâncias sintéticas para controle das formigas, assim é necessário que busquemos métodos alternativos para combater essas pragas. Com formigas cortadeiras podemos usar plantas repelentes, ou atraentes, e outros métodos alternativos. Vamos conferir como fazer alguns repelentes naturais para preservar as culturas. 

Para te ajudar nesse manejo trazemos alguns exemplos de plantas atraentes e de como utilizá-las: 

O controle alternativo poderá ser feito por meio do uso da cal virgem, manipueira (caldo da mandioca usada para farinha), farinha de osso e muitas outras formas de controle biológico.   

  1. Cal virgem:

Dilua 2kg de cal virgem em 10 litros de água quente e depois aplique diretamente sobre os olheiros (ninho).  

 

  

  1. Manipueira:

Aplique 2 litros de manipueira diretamente sobre os olheiros, repetindo a cada 5 dias a mesma operação.

  1. Farinha de osso, casca de ovo moída, pó de carvão ou cinza de fogão à lenha:

Faça uma barreira de 15 cm de largura ao redor dos canteiros ou plantas com alguns desses produtos citados.  

  1. Biológico:

Misture 50 litros de água, 10 kg de esterco fresco e 1 kg de melaço ou açúcar mascavo. Deixe fermentar durante uma semana. Depois, coe o produto com um pano e aplique dentro do formigueiro na proporção de 1 litro do produto coado em 10 litros de água. 

 

 

No início da implantação da horta, as formigas cortadeiras podem atacar, mas elas desaparecem com a incorporação da matéria orgânica no solo. Para ter bons resultados no controle de formigas, as práticas devem ser usadas em conjunto com seus vizinhos. É importante manter o equilíbrio e restabelecer a biodiversidade, pois as formigas são grandes recicladoras de nutrientes para a natureza. 

E aí, o que você achou dessas dicas? Tem mais alguma que gostaria de compartilhar ou nos contar como foi a experiência ao testar essas dicas? 

Fontes: Wikipedia, Unibras, Revista Globo Rural, Portal São Francisco, Coordenação de Agroecologia – Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. 
Você também pode gostar

Deixe um comentário